Tom de voz pode influenciar no sucesso profissional

São muitos os fatores que influenciam no sucesso profissional. Além da competência e da facilidade de relacionamento, pequenos detalhes também podem contar a favor – ou contra! – você na escalada profissional. E, acredite, o tom de voz pode ser um deles.

Esta característica tem sua importância porque o som da voz pode afetar fortemente a impressão que outras pessoas têm de alguém e do que esse alguém diz. Uma voz forte e calma, por exemplo, pode melhorar as chances de um profissional chegar ao cargo de diretor da empresa. Por outro lado, uma voz gemida e nasalada ou com um volume estridente pode acabar distraindo os colegas.

tom_de_voz

Imagem: internet

Em uma apresentação ou palestra, este fator afeta ainda mais: em um levantamento com 120 apresentações de executivos, feita por uma empresa americana de análises de comunicação, foi constatado que o som da voz do palestrante importa duas vezes mais do que o conteúdo da sua mensagem. Para chegar a esta conclusão, foi usado um software para analisar as vozes destes oradores. Depois, os pesquisadores coletaram a opinião de um grupo de dez especialistas e de 1.000 ouvintes. A conclusão foi que a qualidade das vozes teve peso de 23% nas avaliações dos ouvintes, enquanto o conteúdo das mensagens teve peso de 11%.

Pessoas que ouvem gravações de vozes ásperas, fracas, cansadas ou ofegantes tendem a qualificar o orador como uma pessoa negativa, fraca, passiva ou tensa. Pessoas com voz normal são vistas como bem-sucedidas, sensuais, sociáveis e inteligentes, de acordo com um estudo de 74 adultos publicado recentemente no “Journal of Voice”.

Mas se sua voz não é firme ou aveludada, nem tudo está perdido. Muitos problemas de voz podem ser minimizados por meio de terapia, incluindo exercícios para dar sustentação à voz por meio do aprimoramento da respiração, ou fortalecimento dos músculos da laringe ou alteração a forma como eles funcionam.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

One thought on “Tom de voz pode influenciar no sucesso profissional

  1. Bom este artigo! Eu acredito que, sem dúvida, o fator “Voz” pode ter seu peso no sucesso profissional. Não é o único fator, nem tão pouco o mais importante, mas, pode ter seu peso (como o artigo mostra).
    Existem terapeutas de voz e fonoaudiólogo que são verdadeiros “Personal Trainers” de voz, ensinando executivos, artistas e cantores a exercitar, transpor e até a impor sua voz.
    A título de exemplo temos o caso do Rei Jorge VI (1895-1952), que chegara ao trono de Inglaterra em 1936 (pai da atual Rainha Elizabeth). Ele mal conseguia disfarçar a admiração pela capacidade que o ditador alemão (Hitler) tinha de falar e de entusiasmar a população através de uma bem encenada utilização da rádio e do cinema. Este personagem histórico foi motivo do filme “The King’s Speech” (“O Discurso do Rei”) – um filme britânico de 2010, escrito por David Seidler, dirigido por Tom Hooper, e estrelado por Colin Firth,Geoffrey Rush e Helena Bonham Carter. Ele conta a história (verídica) do rei Jorge VI, que contrata Lionel Logue, um fonoaudiólogo, para lhe ajudar a superar a gagueira. Há uma cena em que Jorge VI assiste com a filha, Isabel, no Palácio de Buckingham, a um filme de atualidades com um discurso inflamado de Hitler, e ela lhe pergunta: “O que é que ele está a dizer?” O pai responde: “Não sei. Mas a verdade é que o diz muito bem!”.

Deixe uma resposta