O prejuízo de não negociar o salário

O que pode parecer uma pequena diferença de salário no presente, no longo prazo pode terminar em um “prejuízo” milionário. O site americano Salary.com fez uma simulação para ilustrar o quanto é importante saber negociar o seu salário.

Tomemos dois profissionais em início de carreira. Ambos recebem uma oferta de emprego para receber US$ 45 mil por ano. Jane negocia o valor, consegue mais  US$ 5 mil e combina um aumento de 4% a cada três anos. Já Jim aceita os US$ 45 mil e recebe, em média, um aumento de 1% ao ano (padrão nos EUA).

Depois de cinco anos de carreira, a diferença anual dos dois salários será de US$ 6,8 mil ao ano. No final de  45 anos de carreira, de US$ 43,6 mil. Ao longo desses 45 anos, Jane terá ganhado US$ 1 milhão a mais do que Jim. Veja abaixo o infográfico que ilustra o raciocínio:

negociar_salário

Apesar da quantia nada modesta, uma pesquisa recente realizada nos Estados Unidos revelou que, pelo menos no país, 49% dos profissionais não negociam seu salário no primeiro emprego. Outro levantamento mostra que 41% tampouco negociam seu salário em seus empregos atuais.

E você, costuma negociar seu salário?

Fonte: Finanças de Bolso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta