De qual tipo de inovação precisamos?

Há dois tipos de tecnologias fundamentais para a inovação. O primeiro são as tecnologias físicas. Essas, são o que, em geral, temos em mente quando usamos o termo tecnologia:– ferramentas de pedra lascada, foguetes espaciais, motores à explosão, micro chips…. Mas há outro tipo, ao qual geralmente não damos importância – as tecnologias sociais:- maneiras de se organizar pessoas para colaborar em empreendimentos comuns. Por exemplo, a agricultura, a linha de montagem, a regra da lei, o dinheiro, a empresa em si, o sistema de franquia, os exércitos… É claro que as tecnologias físicas têm sido enormemente importantes, mas sem as sociais nada teria acontecido em larga escala.Eis o segredo então: no mundo global/interconectado/digital, as tecnologias sociais são mais importantes para a inovação (geração de riqueza) do que as físicas.

Tecnologias sociais sempre foram vitais para a inovação, nós é que só estamos prestando atenção nelas agora. A China já foi líder mundial em tecnologias físicas. Inventou o ferro fundido, a bússola, a pólvora, o papel, a porcelana, a tipografia, um monte de coisas. Sua frota era a maior do mundo, e seus navios viajavam para todo lado. Estavam prestes a virar o Cabo da Boa Esperança, subir a costa da África e “colonizar” a Europa, quando um novo imperador chegou ao poder, decidiu que navios eram um desperdício e mandou desmantelar as frotas. A tradição perdeu-se. Governança (tecnologia social) é decisiva. Os países fortes em inovação têm sistemas operacionais desenhados para impedir que um maluco faça o que o imperador chinês fez. O maluco pode até chegar ao poder (pelo voto, sempre), mas não pode fazer o que lhe dá na telha.

Tecnologias físicas e sociais co-evoluem. Henry Ford não inventou o automóvel (uma tecnologia física), mas, sim, uma forma de produzir automóveis por meio da organização do trabalho em linhas de montagem (uma tecnologia social). A General Motors tomou a liderança da Ford nos anos 20 graças à uma inovação na forma de organizar a empresa em divisões (uma tecnologia social). A Toyota tomou a liderança da GM este ano, graças a formas inovadoras de produção e relacionamento com fornecedores (idem).

Fonte: Blog Idéias e Inovação

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta