Tecnologia banida das reuniões

A tecnologia traz benefícios incomparáveis ao trabalho: estamos mais conectados e contamos com mais praticidade e rapidez no dia a dia. Mas ela pode atrapalhar, e não apenas pelo fato de que fica difícil se desligar após o expediente, como já falamos aqui recentemente. A verdade é que até dentro da própria empresa o excesso de conectividade pode trazer desvantagens. Muitas delas já estão banindo, por exemplo, o uso de smartphones nas reuniões de equipe.

Em um artigo da The Wall Street Journal, gestores de empresas americanas contam que os profissionais frequentemente não prestam atenção nas reuniões e até chegam a repetir comentários que já haviam sido proferidos minutos antes – uma clara demonstração de que a pessoa em questão não está acompanhando a conversa. O resultado é que a produtividade das reuniões não atingem o ritmo e o nível que deveriam.

Diverse business group meeting

A culpa deste problema, apontam os gestores, é do fluxo de e-mails, textos e outras distrações constantemente surgindo dos smartphones e tablets dos participantes. Por isso, muitas companhias já estão tomando uma decisão radical: todos os dispositivos tecnológicos pessoais estão proibidos em reuniões executivas.

Embora tenham encontrado alguma resistência no início da nova política, os resultados já aparecem. As reuniões nas empresas que adotaram a prática tiveram a duração reduzida de 90 para 60 minutos, em média. Gestores estimam que a estratégia economiza em média 15% a 20% do tempo dos participantes, e mesmo se eles tiverem que gastar alguns minutos transferindo os dados do papel para o computador depois do encontro, eles ainda saem da sala de reuniões bem mais rápido. As conversas também ficaram melhores, porque as pessoas estão totalmente engajadas.

E você, acha que esta política seria eficaz na sua empresa?

,

______________________________________________________________________________________

MSA RH aborda no blog assuntos de interesse do mercado de trabalho e procura divulgar informações relevantes para os leitores, englobando temas do ambiente corporativo, como carreira, negócios e recursos humanos. É importante frisar que todos os dados e pesquisas apresentados neste espaço são de responsabilidade de fontes confiáveis, como institutos de pesquisa e veículos de comunicação de reconhecimento nacional e internacional.

O objetivo é, portanto, traçar um panorama imparcial sobre o universo profissional e gerar discussões sobre temas atuais e essenciais não só a quem vivencia o meio de RH, como a todos os profissionais brasileiros. Seja bem-vindo e contribua sempre com seus comentários, opiniões e sugestões!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

One thought on “Tecnologia banida das reuniões

  1. Parece-me que, finalmente, uma atitude mais do que necessária está tomando vulto.
    Como consultor na área de produtividade com qualidade de vida, sou da opinião que, ao nos reunirmos (re – união) estamos dando espaço para a nossa PRESENÇA FÍSICA enquanto dura o evento. E é esse olho-no-olho que precisa ser mais praticado em todos os momentos, sejam eles corporativos ou não.
    Precisamos urgentemente lembrar que somos Seres Humanos e não dispositivos tecnológicos. Nossa identidade pessoal começa ao nascer e termina no nosso óbito. E podemos vivê-la plenamente sem nos deixar “comandar” por tais dispositivos.

Deixe uma resposta