Profissionais estão se preparando para a aposentadoria?

Se você já parou para pensar na aposentadoria, provavelmente já se pegou planejando o que vai fazer quando chegar o momento do merecido descanso. Assim como a maioria dos profissionais brasileiros. Uma pesquisa comandada pela seguradora Aegon e divulgada pelo site Administradores, chamada de “A nova cara da aposentadoria”, foi investigar o que se passa na cabeça dos brasileiros quando o assunto é se aposentar ou diminuir o ritmo, em um universo de 16 mil pessoas em 15 países.

O objetivo do levantamento foi identificar como é encarada a preparação para a aposentadoria e como governo e empregadores podem atuar nesse contexto. Para 47% dos brasileiros, a hora de se aposentar significa ter mais momentos de lazer, enquanto para 43% deles a liberdade é o maior diferencial. Já em uma escala de 0 a 10 para medir o preparo para a aposentadoria, o trabalhador brasileiro está com nota 6.8, atrás somente dos indianos, que levaram nota 7.

planejamento_aposentadoria 2

Imagem: internet

No quesito preparação financeira, 47% dos entrevistados afirmaram ter planos para se aposentar, sendo que apenas 22% deles têm alguma solução contratada. A falta de dinheiro foi o principal fator apontado como empecilho para isso (67%). Enquanto isso, 27% não têm qualquer plano para a aposentadoria, menos do que no resto do mundo, onde este percentual é de 40%.

O Brasil também supera outros países em relação à expectativa para a economia nos próximos 12 meses: 69% esperam que a economia cresça e 82% esperam que a sua própria situação financeira melhore. As médias globais são 28% e 31%, respectivamente. O otimismo não se repete quando a pergunta é direcionada a como os trabalhadores brasileiros enxergam as futuras gerações de aposentados, já que apenas 32% acreditam que estas gerações futuras terão uma situação melhor do que os aposentados de hoje em dia. O clima positivo também não é acompanhado no que diz respeito ao nível de confiança na manutenção do padrão de vida conquistado: somente 14% dos pesquisados se dizem muito ou extremamente confiantes.

A perspectiva econômica se renova, mas preocupações com futuro e aposentadoria permanecem, o que evidencia a necessidade de um maior compromisso com planejamento financeiro e de buscar soluções que facilitem a poupança para a aposentadoria. Uma das constatações da pesquisa é, por exemplo, a de que, para a maioria das pessoas, os empregadores deveriam exercer o papel de promotores de serviços relacionados à aposentadoria, já que 36% dizem que seus empregadores não fornecem nenhum tipo de serviço assim.

Os organizadores da pesquisa acreditam que mais alternativas e atratividade ajudariam na transição entre o desejo e a consciência das pessoas em relação ao tema e ações efetivas de poupança individual e com início ainda na idade jovem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta