Os 100 primeiros dias do CEO

Executivos que assumem o cargo de CEO em uma empresa têm cerca de cem dias de “lua de mel” antes de começar a enfrentar grandes desafios. Essa é a constatação de um recente estudo americano, que fala em um período de “festejo” e otimismo, mas no qual os gestores também estão sendo testados. Nesse tempo, é esperado que o executivo-chefe se oriente e cause uma impressão favorável, além de estabelecer confiança entre os interlocutores internos e externos.

Normalmente, de acordo com o BCG, que comandou o levantamento, o CEO usa esses primeiros cem dias para identificar os desafios, determinar seus objetivos-chave e rascunhar uma agenda. Em condições ideais, também transfere seus valores e define seu estilo de liderança para que a equipe e os investidores saibam o que esperar. Isso tudo, segundo o estudo, requer um plano de cem dias.

Um dos perigos desse plano para os CEOs, de acordo com o estudo, é que o executivo foque apenas nas “melhores práticas”, sem dar atenção suficiente à “base contextual”, como as especificidades do novo cargo, a cultura da empresa, o atual, dinâmico e complexo ambiente de negócios e seu próprio estilo de liderança.

Conclui-se que não há uma fórmula pronta para um CEO alcançar o sucesso, pois o contexto das empresas em que cada um atua é muito variável, assim como o próprio histórico individual. De qualquer forma, o novo executivo-chefe precisa ser flexível, escutar as ideias dos outros, saber a diferença entre conselheiros interessados neles mesmos e aqueles alinhados aos objetivos do CEO e estar preparado para agir antes.

Os CEOs mais bem sucedidos, segundo o BCG, não são sempre os líderes mais sábios e decisivos. Geralmente, são os líderes que formam a melhor equipe, transmitem a ela uma visão coerente sobre manter a missão da empresa e inspiram o grupo a realizar essa visão.

Fonte: Valor Econômico

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta