Música e rendimento no trabalho

Música no trabalho é um tema um tanto quanto controverso. Enquanto alguns acreditam que ela estimula a criatividade e relaxa, outros dizem que as notas musicais tiram o foco do trabalho. O ambiente corporativo sempre foi, em sua maioria, considerado um local formal e mais engessado, mas, com uma forte tendência a proporcionar mais qualidade de vida no trabalho, está tornando-se mais simpático a algumas práticas em prol da descontração e do relaxamento.

A ideia é que se um indivíduo passa, em média, três quartos do dia no trabalho, esta experiência deve ser o mais agradável e, consequentemente, produtiva possível para o funcionário. O resultado desta equação é benéfico tanto para o empregado, quanto para o próprio empregador. A música, então, entra como um forte aliado do bem-estar no trabalho. É cada vez mais comum ver os colaboradores de uma empresa usando fones de ouvido enquanto realizam suas tarefas, ou, ainda, canções ecoando por ambientes onde os funcionários compartilham de um gosto musical semelhante.

office-music

Embora pareça apenas uma prática divertida, alguns pesquisadores foram além e resolveram testar o impacto da música na produtividade de uma empresa. Estudiosos da Universidade de Miami estudaram estes efeitos e chegaram a uma conclusão animadora. Eles descobriram que a música contribui positivamente para o desempenho profissional. A explicação é simples: ela melhora o humor e, consequentemente, diminui o estresse. O resultado é que, mais calmos, os profissionais têm mais foco e clareza no trabalho. Quem ouve música tende a concluir suas funções mais rápido e com mais eficiência, além de ser mais inovador e criativo.

Outra descoberta do grupo é que este impacto na produtividade difere entre os níveis de experiência dos funcionários. Os mais novos em suas funções tendem a se beneficiar mais. Os mais experientes não tiveram um impacto positivo tão grande, mas também não sofreram perdas na produtividade. O ponto de de alerta ficou em relação aos novatos, que com quase nenhuma experiência, se distraem facilmente com a música. A pesquisa foi realizada com profissionais de tecnologia, ramo que exige um alto grau de conhecimento e foco.

Já um estudo realizado na Universidade de Wales (Reino Unido), aponta que é benéfico ouvir música antes de iniciar as atividades no trabalho. Porém, durante a execução das tarefas, o efeito é o contrário. Os especialistas chegaram a esta conclusão porque, durante o experimento, voluntários expostos à música tiveram uma produtividade menor do que aqueles que trabalharam em ambiente sem escutar nenhuma melodia.

De qualquer forma, ficam aqui duas dicas: antes de aumentar o volume das caixas de som, procure se informar a respeito da política da empresa e seu posicionamento em relação à prática de ouvir música no expediente, além das preferências dos colegas. O bom senso é fundamental nestas situações. E se for investir no fundo musical, aposte, principalmente, nos sons instrumentais, já que as músicas sem letra são as melhores para aumentar a concentração e, por consequência, o rendimento profissional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta