Medo do desemprego é o menor desde 96

Apesar da diminuição no ritmo de criação de vagas formais de trabalho, os brasileiros nunca estiveram tão seguros em relação a seus empregos, de acordo com pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada pela Época. O chamado Índice do Medo de Desemprego, medido pela entidade, recuou 3,9% em setembro na comparação com julho e chegou a 78,7 pontos, seu menor nível desde maio de 1996, quando o indicador foi criado.

Em relação a setembro do ano passado, o medo do desemprego caiu 2,9%. Para a CNI, o resultado da pesquisa reflete o bom desempenho do mercado de trabalho no país e a proximidade do fim do ano, período marcado pelo aumento das contratações, ainda que boa parte delas seja em vagas temporárias. Em setembro, a parcela dos entrevistados que afirmaram não ter nenhum medo de perder o emprego subiu de 53,6% para 57%, recorde para essa resposta. Já a fatia das pessoas que disseram ter muito medo do desemprego recuou de 15,5% para inéditos 12,8%. O porcentual dos que têm pouco medo de ficar sem trabalho se manteve ligeiramente estável, caindo de 31% para 30,2%. Foram ouvidas 2.002 pessoas em todo o país entre os dias 16 e 20 de setembro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta