Mais jovens na liderança

Olhando bem para o quadro das empresas atualmente, é possível perceber que colaboradores mais jovens estão chegando cada vez mais cedo à liderança. A procura por líderes mais flexíveis a mudanças, com habilidades sociais e mais focados na gestão de pessoas do que no conhecimento técnico do negócio – e em geral mais jovens – está alterando a forma como empresas se organizam, de acordo com especialistas de recursos humanos. Médias e grandes empresas têm optado por reduzir os degraus de hierarquia, aproximar gestores e equipes e apostar na melhora dos indicadores de satisfação interna.

O novo perfil do líder está ligado a mudanças culturais das últimas décadas e a uma transformação no papel do departamento de RH. Antes focado nos processos de seleção e desligamento da empresa, o setor assumiu responsabilidades como acompanhamento profissional, treinamento e capacitação. Assim, o processo de formação de líderes dentro das companhias foi acelerado. Esse quadro explica a ascensão de funcionários mais jovens.

As características mais procuradas para cargos de liderança estão ligadas às habilidades sociais do profissional. Saber formar e manter relacionamentos e ter sensibilidade interpessoal para gostar de pessoas, ser atencioso, ser um influenciador, são diferenciais. Inovação tecnológica constante, fácil acesso a informação e consumidores cada vez mais exigentes também são fatores que têm influenciado a forma como empresas se organizam e procuram gestores.

A nova geração que começa a chegar aos cargos de chefia, no entanto, é criticada pela impaciência. Um levantamento de uma empresa de pesquisa em mercado mostra que 62% dos jovens admitem que “se frustram ou se desmotivam se não conseguem resultados rápidos”. A pesquisa entrevistou cerca de 500 brasileiros e outros 1,3 mil latinos entre 16 e 27 anos.

Empresas e profissionais devem estar atentos às demandas dessa geração. Sem políticas de desenvolvimento profissional e acompanhamento, aumenta o risco do profissional desistir do desafio. Se o colaborador não for treinado, não for conduzido a trazer o resultado, ele não vai ter sucesso e pode, inclusive, se frustrar.

,

______________________________________________________________________________________

MSA RH aborda no blog assuntos de interesse do mercado de trabalho e procura divulgar informações relevantes para os leitores, englobando temas do ambiente corporativo, como carreira, negócios e recursos humanos. É importante frisar que todos os dados e pesquisas apresentados neste espaço são de responsabilidade de fontes confiáveis, como institutos de pesquisa e veículos de comunicação de reconhecimento nacional e internacional.

O objetivo é, portanto, traçar um panorama imparcial sobre o universo profissional e gerar discussões sobre temas atuais e essenciais não só a quem vivencia o meio de RH, como a todos os profissionais brasileiros. Seja bem-vindo e contribua sempre com seus comentários, opiniões e sugestões!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta