Maioria dos CFOs foi captado internamente

Com o papel dos diretores financeiros ficando cada vez mais complexo, há discussões surgindo sobre quais características são necessárias para um profissional exercer essa função hoje em dia. Numa análise feita na carreira dos CFOs das empresas presentes na lista “Fortune 100”, concluiu-se que 69% deles chegaram ao posto sendo promovidos internamente, enquanto 31% foram recrutados externamente.

Segundo o Valor Econômico, entre os que foram captados no mercado, 73% já tinham atuado como CFO em outras companhias, 57% eram diretores financeiros no cargo imediatamente anterior e 13% tinham trabalhado como gerente geral de uma divisão em seu emprego mais recente. Ainda segundo o levantamento, quase metade já trabalhou fora de seu país de origem, em comparação a 25% dos que foram promovidos internamente.

O levantamento detectou alguns padrões nas carreiras dos CFOs da “Fortune 100”. Quase metade deles já atuou como diretor financeiro de uma divisão ou região antes de se tornar CFO geral da companhia, fazendo dessa função o caminho mais comum para se chegar ao topo. Atuar na contabilidade das empresas também é um caminho promissor, mas menos típico entre os contratados externamente. Entre os pesquisados, 40% mencionaram experiência significativa nessa área. Mas enquanto metade dos promovidos internamente citou essa experiência, apenas 23% dos contratados externamente trabalharam com isso em algum momento da vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta