Líderes com presença efetiva

Prazos, reuniões, situações de última hora: são muitas demandas a serem cumpridas a cada dia. É muito fácil “ligar o automático”, apenas riscar as obrigações da agenda e já partir para o próximo item sem, no entanto, prestar atenção na execução enquanto realiza cada tarefa. E quanto mais alto o cargo, mais obrigações e decisões, mais automatismo.

Assim, sem foco e concentração na tarefa, cria-se aquela estranha sensação de que o profissional está fisicamente presente na sala, mas não está de fato lá. Quando este comportamento vem do líder, as pessoas ao seu redor começam a acreditar que não estão seguras ou amparadas pelo chefe da equipe, que está constantemente distraído com outras funções e tarefas.

A falta desta “presença efetiva” também pode ser entendida pelos demais como pouco caso. Assim, se alguém checa seus e-mails enquanto está ouvindo a respeito do status de um projeto, a equipe poderá sentir que suas mensagens têm muito mais valor que o trabalho do grupo. Isso sem mencionar que ele perderá fatos que lhe seriam de grande importância para fornecer um feedback construtivo ou um bom aconselhamento, ações fundamentais numa grande liderança.

liderança_thumb[2]

Imagem: internet

Exercer a presença efetiva é realmente difícil, principalmente vivendo em ambientes conectados e multitarefas. Mas a boa liderança depende, em grande parte, de uma atuação consciente. Assim, buscando facilitar o desenvolvimento desta presença plena, o Leader’s Beacon levanou alguns pontos:

Qualidade X Quantidade

A relação é muito discutida em momentos atuais, quando o fator tempo realmente tornou-se escasso. Somos incentivados a exercer múltiplas funções, mas quando assim o fazemos durante uma conversa pessoal ou mesmo respondendo a um e-mail, a qualidade de nossos atos é afetada, tendo consequências diretas em nossos relacionamentos interpessoais. Reconhecer o valor de seu tempo e de seus colegas ajuda a permanecer plenamente presente, mesmo que você só tenha breves momentos livres, antes de se dedicar a outra tarefa.

Atenção ao todo

Cada membro de sua equipe é parte de algo maior, independentemente das funções exercidas. O time tende a ser mais eficiente, e trabalhar em uma consonância maior com os valores e objetivos da empresa, quando percebe a si próprio como uma peça importante para o quebra-cabeça total.

Minutos diários

Estar plenamente presente com as pessoas exige um pouco de prática e apenas alguns minutos do seu dia. Proponha-se a fazer pequenas pausas em sua rotina para se aproximar dos seus colegas e interagir com eles. Perguntar como estão (lembre-se de que ouvir a resposta é tão importante quanto fazer a pergunta), agradecer favores recebidos ou elogiar esforços vão construindo uma rede de contribuição e ganhos para todos.

Quando em uma reunião ou apresentação pessoal, mostre interesse e respeito pelo interlocutor, olhando em seus olhos, fazendo anotações e perguntas pertinentes ao tema. Indo mais além, você pode pedir para que ele lhe mostre todo o processo de desenvolvimento de uma ideia ou da apresentação, para compreender como raciocinam as pessoas com quem você trabalha. Estes minutos extras farão sua equipe sentir-se amparada e valorizada.

Quem estava presente com você

Olhe para trás e lembre-se dos grandes líderes que você teve em sua carreira. Cada um possui suas peculiaridades, mas muito provavelmente todos tiveram a capacidade de estar presentes para sua equipe.  Uma equipe sólida e companheira precisa de um líder plenamente presente. Exercitar-se para estar com sua equipe permitirá condições para tê-la sempre ao seu lado.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta