Falta de motivação atinge 31%

Um levantamento feito este ano revela que 31% dos funcionários estão acomodados no emprego. O estudo, que define esses profissionais como “inefetivos“, foi feito com 261 mil trabalhadores de 85 empresas de todos os setores – indústrias de base e de transformação, serviços, setor público e terceiro setor. No levamento de 2010, o porcentual de “inefetivos” era de 33% num universo de 154 mil colaboradores de 41 empresas.

Identifica-se esses colaboradores como aqueles que vão à empresa e fazem apenas o suficiente para continuar empregados, não ousam e não inovam. No estudo, são apontados como trabalhadores que entregam menos do que podem, não sentem-se engajados com a empresa e acham que não dispõem de suporte necessário para desenvolver suas atividades. Esse tipo de trabalhador costuma permanecer na organização porque acha o salário adequado e gosta dos colegas.

Imagem: Reprodução

O especialista em desenvolvimento humano Eduardo Shinyashiki adota uma definição curiosa para o comportamento. Para ele, esses profissionais vivem uma “aposentadoria mental“, pois, mesmo com responsabilidades, não têm sonho de crescimento nem investem na formação ou qualificação. Esse estágio pode ser atingido quando o trabalhador tem de quatro a cinco anos de empresa. O funcionário que se acomoda na empresa tende também a se acomodar na carreira e não “olha para fora”, não se qualifica e, se é demitido, fica inseguro.

Antes da acomodação, no entanto, esses profissionais enfrentam a frustração. O levantamento mostra que 14% dos funcionários se sentem frustrados, ou seja, consideram-se altamente engajados com a empresa, mas entendem que não têm suporte para ser mais produtivos, que vão desde instrumentais a treinamento, para a realização das atividades. 

Ao identificar um profissional acomodado, o gestor tem como reverter a situação, por exemplo, propondo uma mudança de área. A empresa também pode contribuir por meio de algumas ações, como comunicar com transparência os rumos do negócio, passar visão otimista à equipe e oferecer autonomia aos funcionários. A solução, porém, está nas mãos do profissional. Jogar a culpa e a responsabilidade na empresa não é a melhor saída. O trabalhador precisa primeiro se perguntar o que pode fazer para mudar o quadro e deve verificar se está defasado ou se precisa de capacitação.

Fonte: Estadão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

One thought on “Falta de motivação atinge 31%

  1. gostei deste comentario so nao concordo que o trabalhador tem de quatro a cinco anos de empresa.O funcionário que se acomoda na empresa tende também a se acomodar na carreira e não “olha para fora”, não se qualifica e, se é demitido, fica inseguro. bom isso acontece com varias pessoas por toda parte do mundo nao me lembro de ter acontecido com minha pessoa porque sempre pedi demissao das empresas que ate hoje trabalhei ..(fica inseguro !!)quando eu era jorven inesperiente trabalhei numa empresa no brasil amava tudo era um fanatico verdadeiro puxa saco do patrao como se falavam os jovens da minha epoca eu era rapto fazia qualquer tipo de trabalhos escalados pelos chefes ,numca reclamava de nada tinha hora para entra mais para sai nao yinha so ia embora porque os ger me dispensava ou um chefe alguns dizia para mim voce trabalha 8 horas por dia cazo trabalhe mais nao te pagaremos um salario mais alto entendeu,ok tinha amizade com todos os setores e colegas um dia me chamaram no DP e me comunicaram que fui escolido junto com mais 5 golegas para um dispensa por escesso de funcionarios so ficaram com os mais antigos que tinham 3 4 5 anos na empresa hehe fiquei decepcionado e ate hoje aos 53 anos de idade nao me esqueci..nao seio se o tempo mudaram mais eu mudei meu modo de pensar para os patraos (eles sao eles eu sou eu)!!1 amigos e amigos negocios a parte se precisa do meu trabalho apois meu horario tem que me paga, se na minha folga tenho que trabalha me pagam em dobro nao aceito troca de dia de folga,quais meus direitos na empresa comida cafe soft dring quero tudo que tenho direito ja tive muitas decepsao em minha andadas pelo mundo encomtrei boas pessoas bons amigos so seio dizer que so temos valor em quanto tivermos grana no bolso sem grana nao temos amigos bons empregos boas comidas boms lazer e viajens ja cheguei a ganhar 15 salarios minimos hoje vivo com 2 salarios he he he

Deixe uma resposta