Equilíbrio de tarefas

Os resultados de uma empresa são alcançados a partir da soma de vários esforços. Muitas vezes, esses esforços não são desempenhados por igual, ainda que as metas sejam alcançadas pelo conjunto dos colaboradores. Garantir o equilíbrio justo na divisão de tarefas é um desafio para os líderes, a quem cabe zelar não só pela produtividade do time como um todo, mas também pelo bom funcionamento de cada peça da engrenagem. De maneira geral, desequilíbrio na divisão de tarefas abala o clima organizacional, gerando descontentamento entre aqueles que estão sobrecarregados.

É importante chamar atenção para o papel do líder, que não pode fugir da responsabilidade de supervisionar os funcionários para verificar se os trabalhos estão realmente sendo distribuídos de maneira harmoniosa. Isso é parte das atividades do profissional responsável pela organização do fluxo da equipe, que deve conhecer o perfil dos colaboradores envolvidos na operação.

Para garantir que as avaliações não sejam subjetivas, muitas empresas recorrem até a programas específicos. Mas a conversa ainda é tida como o melhor caminho para conhecer pessoas e acompanhar a rotina. Em uma situação em que há desequilíbrio de responsabilidades, é preciso, inicialmente, identificar o perfil do profissional para a realização de cada tarefa de acordo. Se mesmo assim, for percebido o desequilíbrio de atividades, uma sugestão é que o próprio funcionário que se sente prejudicado converse com seu colega de trabalho e com o líder para informá-lo sobre o que está ocorrendo. Além disso, é importante ter um olhar para aquele que trabalha mais, para que não corra o risco de desmotivação, e aquele que trabalha menos, para que ele seja orientado, desenvolvido e acompanhado.

Fonte: Canal RH 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta