Empreendedorismo como escolha de carreira

Reflita e responda: apenas uma boa ideia é suficiente para empreender, ou o estudo também é importante? A realidade brasileira dá conta de que muitos empresários montaram seus negócios sem uma formação para tal. Ocupando a quarta posição em relação ao número de empreendedores, o Brasil tem pouco mais de 11% de seus empresários com um diploma de ensino superior, de acordo com o estudo Empreendedorismo no Brasil, realizado pelo Global Entrepreneuship Monitor (GEM).

Dois fatores são apontados para justificar este cenário: a percepção no país de que não é preciso estudar para empreender, e os cursos ofertados pelas universidades, que estão distantes da realidade e deixam a desejar. Nos países mais inovadores, a relação entre universidade e empresa é muito mais próxima do que no Brasil. Segundo especialistas, as escolas brasileiras não foram criadas para quem tem perfil empreendedor, voltando-se apenas para inserir os futuros profissionais no meio corporativo.

77979722-87e3-430f-b0a1-29933dfa2782

Mas a realidade, principalmente no que diz respeito na percepção das pessoas tende a mudar. Hoje, o empreendedorismo já é muito mais visto como uma opção de carreira e uma das explicações é o fato de grandes empresas não oferecerem as mesmas vantagens de anos atrás. Além disso, o grande número de casos de empreendedores bem-sucedidos também é um fator inspirador.

O perfil dos profissionais que empreendem também vem se transformando. Segundo o Endeavor, entidade que promove a cultura empreendedora no Brasil, antes via-se muito o caso de quem abriu um negócio por necessidade, depois de não conseguir um emprego. Agora, é possível perceber mais a consciência do empreendedorismo por oportunidade, com uma visão de longo prazo.

Como poucos estudantes entram na universidade já pensando em abrir o próprio negócio, há cada vez mais cursos extracurriculares criados para suprir esta lacuna deixada pela graduação. O que estes programas fazem é capacitar o aluno incutindo atitudes pessoais que potencializam o negócio, já que as habilidades empreendedoras não são técnicas, mas essencialmente comportamentais. Segundo o Sebrae, o foco da universidade é preparar especialistas, enquanto o empreendedorismo demanda generalistas.

.

______________________________________________________________________________________

MSA RH aborda no blog assuntos de interesse do mercado de trabalho e procura divulgar informações relevantes para os leitores, englobando temas do ambiente corporativo, como carreira, negócios e recursos humanos. É importante frisar que todos os dados e pesquisas apresentados neste espaço são de responsabilidade de fontes confiáveis, como institutos de pesquisa e veículos de comunicação de reconhecimento nacional e internacional.

O objetivo é, portanto, traçar um panorama imparcial sobre o universo profissional e gerar discussões sobre temas atuais e essenciais não só a quem vivencia o meio de RH, como a todos os profissionais brasileiros. Seja bem-vindo e contribua sempre com seus comentários, opiniões e sugestões!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta