Burocracia dificulta a atração de estrangeiros

Todos sabemos que a burocracia é um fator que dificulta, e muito, a vida no Brasil. No mercado de trabalho não é diferente e impede também a atração de profissionais estrangeiros para atuar no país. Mesmo a intenção do governo brasileiro de facilitar a entrada destes profissionais de alta qualificação esbarra no próprio problema. A validação dos diplomas, necessária para que os estrangeiros possam trabalhar regularmente, é um processo longo, complicado e caro, o que leva muitos, mesmo com o visto de trabalho em mãos, a desistirem.

O problema afeta especialmente a área que o governo quer mais atrair, a de engenheiros, arquitetos e técnicos de inovação tecnológica. Hoje, a escassez de profissionais dessas áreas no Brasil faz com que muitas empresas tentem importar estrangeiros para ocupar as vagas ociosas. A falta de um diploma válido não impede que essas pessoas trabalhem, mas não permite que assinem projetos, o que limita a possibilidade de contratação e aproveitamento de profissionais qualificados.
.
Imagem: internet
.
Em março de 2013, a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República deve entregar um relatório sobre as vantagens e desvantagens do atual processo de entrada de estrangeiros no País. Com base nesse estudo, os ministérios envolvidos vão começar a discutir as mudanças. Ou seja, é improvável que se veja alguma alteração antes do segundo semestre do próximo ano.
.
No Ministério da Educação, o assunto também já está em discussão. De acordo com o ministério, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) começa a analisar a possibilidade de convênios com instituições estrangeiras consideradas de referência para simplificar o processo. Em caso de um acordo entre instituições, o processo passaria a ser quase automático, nas duas vias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

One thought on “Burocracia dificulta a atração de estrangeiros

  1. Em qualquer negócio, como na vida pessoal, as soluções mais interessantes são sempre as “win, win”.
    A mobilização de profissionais qualificados (e altamente qualificados) e de talento, configura uma solução muitíssimo interessante e necessária … Relembremos-nos do que fazem os Estados Unidos, Alemanha e tantos outros.
    Como “outsider” que tem investido em conhecer a situação brasileira a conclusão a que chego é que o mercado brasileiro é muito protecionista o que penaliza fortemente a visão de uma evolução sustentada como o Brasil vem evidenciando mas que dificilmente prosseguirá a prazo. Veja o que vem acontecendo no setor metroferroviário onde o discurso é um mas a prática é diferente.

Deixe uma resposta