Baixa no desemprego

Segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada na semana passada pelo Dieese/Fundação Seade, entre maio de 2010 e maio de 2011 o nível de ocupação elevou-se 3,4%, interrompendo movimento de declínio dos últimos sete meses. Neste período, foram criadas 656 mil postos de trabalho, número superior ao de pessoas que passaram a integrar a força de trabalho da região (161 mil pessoas), o que provocou a redução do contingente de desempregados em 494 mil pessoas.

O nível de ocupação cresceu em todas as regiões pesquisadas: Recife (8,4%), Porto Alegre (4,4%), São Paulo (3,7%), Fortaleza (3,0%), Salvador (2,1%), Distrito Federal (1,2%) e, em menor medida, Belo Horizonte (0,8%). Em termos setoriais, no conjunto das regiões, o nível de ocupação aumentou nos Serviços (434 mil postos de trabalho, ou 4,3%), no Comércio (139 mil, ou 4,5%), na Construção Civil (82 mil, ou 6,7%) e na Indústria (23 mil, ou 0,8%), diminuindo apenas no agregado Outros Setores (22 mil, ou 1,4%).

A mesma pesquisa apurou que o desemprego em São Paulo atingiu patamares mínimos para o mês de maio. A taxa de desemprego na maior região metropolitana do país recuou de 11,2% em abril para 10,7% no mês passado.

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta