Aposentados e consultores

Recentemente, o ex-diretor presidente de uma grande empresa americana, ao se aposentar, fechou um acordo lucrativo: ele vai ganhar U$ 20 mil por qualquer dia em que passar quatro horas dando consultoria à antiga empregadora.

Muitos ex-executivos desfrutam de lucrativos contratos de consultoria nas suas antigas empresas. Os conselhos administrativos oferecem esses acordos para garantir que a transição da liderança seja suave, e evitar que um ex-executivo vá trabalhar para um concorrente, podendo depois levar para lá seus funcionários, ou entrar na justiça contra o ex-empregador.

Imagem: internet

As empresas pagam consultoria para seus ex-executivos pelo menos desde os anos 1970, e a prática ganhou aceitação porque os conselhos querem ter acesso contínuo aos conhecimentos dessas pessoas chave, segundo vários advogados especializados em remuneração empresarial.

Os acordos de consultoria perderam popularidade entre os diretores-presidentes nos últimos dez anos, mas estão ganhando força para outros altos executivos que estão de saída de suas empresas, de acordo com análises do The Wall Street Journal.

Nos cinco anos encerrados em 1o de agosto de 2012, 16 ex- diretores-presidentes das 1.000 maiores empresas dos Estados Unidos ganharam pelo menos US$ 500.000 em honorários de consultoria, concluiu uma pesquisadora de remuneração. Isso se compara com 28 diretores-presidentes aposentados que ganharam essa quantia entre 1996 e 2001, conforme conclusões de um estudo anterior da publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

2 thoughts on “Aposentados e consultores

  1. Nos Estados Unidos é muito comum profissionais, ao se aposentar, lá pelos 65 – 70 anos, reunir-se com outros ex-colegas para montar empresas; não somente para dar consultorias em suas áreas de especialidade, mas também para desenvolver novos produtos ou serviços. Lembro-me de ter lido, já faz um bom tempo, que os “dromes” foram desenvolvidos por dois engenheiros americanos que, após se retirarem de uma empresa aeronáutica onde haviam trabalhado, criaram a sua própria – num pequeno galpão – e desenvolveram o primeiro “drome”. Um deles, sendo um aficionado por aeromodelismo, teve a ideia de juntar as duas coisas a que se havia dedicado em sua vida, projetar aviões e construir aeromodelos – o hobby – e daí saíram os aviões não tripulados de uso militar.

  2. Muito interessante.

    Tenho 53 anos de idade, grande experiencia como Executivo Senior, trabalhaei em varios Paises, e, tomei a 2 atras de “criar um novo futuro para mim”, e isto contemplava 2 anos cuidando dos meus negocios, e atuar com “ativista social”, ja terminei este periodo e agora comecarei a buscar uma posicao com consultor, professor etc.. quero utilizar tudo que aprendi, num outro ambiente.
    MEU PROBLEMA: AINDA NAO SEI POR ONDE COMECAR..

    Gostei muito do artigo, pois meu deu uma “luz” sobre por onde comecar.

    Antonio Carlos Pereira
    011 981469130

Deixe uma resposta