A real importância da instituição de ensino

O nome da faculdade ainda é importante no currículo, mas hoje, em meio a tantos critérios avaliados por recrutadores, o fator parece já não ser o grande diferencial em um processo seletivo. Questões como a compatibilidade com as expectativas da empresa e valores do candidato são requisitos mais valorizados hoje do que a instituição de ensino.

Segundo artigo do Canal RH, o mercado vinha perdendo candidatos por relacionar capacidade à formação acadêmica. Com o tempo, os gestores foram percebendo que esta visão estava ultrapassada. Há no mercado um forte movimento no sentido de ampliar o perfil dos profissionais e não de fechá-lo com ideias preconcebidas sobre a sua capacidade de atuação.

Imagem: Internet

Características como cultura e compartilhamento de valores estão relacionadas especificamente ao perfil individual do candidato e não à faculdade que ele cursou. Os programas de estágio foram os primeiros a comprovar esse dado e os programas de trainees adotaram a prática assim que se deram conta de que esse é mesmo o caminho para a contratação de bons profissionais.

Há casos de companhias que contrataram profissionais oriundos de universidades de peso e que, no entanto, não compartilhavam valores fundamentais da organização. Assim, muitas empresas passaram a apostar em pessoas independente da faculdade ou do curso q que frequentaram.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta