A pausa produtiva

No senso comum, férias significam um momento para descansar o corpo e a mente, recarregar as energias para enfrentar, de forma saudável, outra jornada de trabalho. Mas há quem defenda que esse período pode servir também para outras finalidades, como assimilar novos conhecimentos e refletir, sob outros pontos de vista, a respeito dos desafios e posturas profissionais. É a pausa produtiva.

Imagem: internet

Segundo os especialistas, livre das pressões e obrigações do dia a dia, o profissional tem a possibilidade de analisar as grandes questões que o afligem sob outras óticas, e ainda pode adquirir outros tipos de experiências se conectando com o ambiente que escolheu para descansar. É, então, durante as férias que o indivíduo se abre para perspectivas que não enxerga no dia a dia e muitos insights que não surgem quando se está no trabalho podem vir à tona quando se distancia daquela realidade e vive outras experiências.

As pessoas já costumam fazer isso, mas inconscientemente. As vivências que elas tiveram no período de férias de alguma maneira influenciam seus movimentos posteriormente. Entretanto, pode haver um direcionamento para que haja melhor proveito dessas experiências. Mas segundo especialistas em carreira, tornar essa prática consciente não significa ficar pensando no trabalho durante o período de férias. Pode-se ir para o período de descanso com o intuito de trazer algo de volta, ou seja, ficar atento ao que se está fazendo naquele período. A reflexão sobre quais competências foram aplicadas em determinada atividade, sobre quantas vezes nos permitimos quebrar nossos protocolos durante uma viagem e o que sentimos ao fazê-lo ficam para depois da volta. É quando você vai revisitar os aprendizados e sensações que teve e analisar quais dessas coisas vai querer que perdurem no dia a dia, dali em diante.

Fonte: Estadão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta